Search This Blog

Loading...

Saturday, March 17, 2012

Lembrando Natália Correia - Por João Luis de Medeiros

Caricatura de autor desconhecido


O REPOUSO DA GARÇA

( na morte de Natália Correia – Março 16, 1993 *)


Naquele dia, a cancela da ilha ficara aberta
por masculino descuido, e a taramela do destino
aquietou-se para ouvir passar a garça...

Cuidado! é a Natália, Infanta de Sagres
que aí vem a caravelar no dorso da atlântida...
ressonância das (re)voltas da sapateia
da Grândola Vila Morena da Fajã de Baixo
(alguidar vulcânico da coragem de ser gente,
saudade vertical de distâncias a chegar…)

Natália – imagino-te ao lado de Florbela
a remoçar o romance de Pedro e Inês;
vejo-te com a batuta da coragem
a desafiar o antigo solfejo de Alice Moderno;
adivinho-te a rezar com Antero o soneto Consulta
junto ao primeiro degrau do Sumo-Bem…

Natália, vem daí! O sossego mata-nos, Mulher!
Faz-nos falta o gemido criador da tua verve
e a vertigem ciclópica da tua lira.
… desde que partiste, Portugal está morno:
boceja-se nos Açores, esbraceja-se na Madeira,
e a liberdade recolheu a quartéis…


---***---***---
JLM
(*) poema lido em publico pela primeira vez no Ateneu Luso-Americano
Fall River, Massachusetts, na tarde de Domingo, Abril 25, 1993

João-Luis de Medeiros
H.R. Consultant
Rancho Mirage, California - USA


No comments: